As Substâncias Ativas de Ganoderma lucidum

O Ganoderma lucidum ou Reishi é um cogumelo medicinal com numerosos efeitos benéficos para a saúde, mas quais são os compostos que estão na base da sua atividade medicinal?

Os estudos indicam que as substâncias ativas mais importantes presentes no G. lucidum são os triterpenos e os polissacáridos. Além destes, foram ainda isolados do micélio e corpo de frutificação das espécies de cogumelo Ganoderma vários constituintes químicos com atividade farmacológica, tais como: proteínas, aminoácidos, alcaloides, esteroides, lactonas, ácidos gordos e enzimas.

Uma das proteínas isoladas de G. lucidum, a LZ-8, exibe atividade imunomoduladora e imunossupressora. Uma outra proteína, a ganodermina, exibe atividade antifúngica através da inibição do crescimento micelial de Botrytis cinerea, Fusarium oxysporum e Physalospora piricola. Foram também identificados outros compostos ativos, como adenosina com efeitos antiagregação plaquetária, lectinas com efeitos mitogénicos, alcaloides, ácidos gordos, vitaminas e minerais essenciais.

Triterpenos

Foram identificados mais de 150 triterpenos em Ganoderma spp., como por exemplo os ácidos ganodérico, lucidénico, ganodérmico, ganoderénico, ganolucídico e aplanoxídico. Os triterpenos exibem numerosos efeitos farmacológicos, de entre os quais se podem destacar os efeitos anti-hepatotóxicos e hepatoprotetores, antitumorais, antiangiogénicos, anti-hipertensivos, hipercolesterolémicos, anti-histamínicos, de inibição do complemento, anti-HIV e de agregação plaquetária.

Existem relatos de que uma parte dos triterpenos de G. lucidum inibem, de forma significativa, o crescimento das células de hepatoma humanas Huh7, provavelmente devido a indução de stress oxidativo.

Polissacáridos

Os polissacáridos representam uma classe estruturalmente variada de macromoléculas biológicas com uma série de propriedades físico-químicas. Os polissacáridos imunomoduladores mais ativos são glucanos solúveis em água, que podem ser precipitados pelo etanol. Foram reportados outros polissacáridos imunomoduladores, como glicopéptidos e proteoglicanos.

A atividade farmacológica dos polissacáridos do Reishi é, maioritariamente, de efeito antitumoral, que se encontra ligado à imunomodulação. No entanto, foram observados outros efeitos como regulação e proteção celulares. Foram isolados, dos corpos de frutificação e da biomassa micelial, polissacáridos bioativos solúveis em água. Também foram identificados alguns polissacáridos antitumorais solúveis em água.

Nos polissacáridos podemos destacar efeitos como: efeitos antitumorais através de imunomodulação, efeitos antitumorais através de antiangiogénese e proteção celular pelos radicais livres e peroxidação.